Promo√ß√£o imperd√≠vel FRETE GR√ĀTIS nas compras acima de R$150,00

A tecnologia em prol da produtividade

Um trabalhador com alta performance 24 horas por dia e sete dias por semana: o que parece ser uma contravenção desumana é, na verdade, possível através da evolução tecnológica.

A tecnologia em prol da produtividade

Um trabalhador com alta performance 24 horas por dia e sete dias por semana: o que parece ser uma contravenção desumana é, na verdade, possível através da evolução tecnológica. Com um nível de produtividade altíssimo, a inteligência artificial têm  servido de apoio às empresas, melhorando o desempenho sem nenhuma contratação adicional de funcionários.


Uma mat√©ria da revista Exame mostra que pesquisadores da Universidade Stanford e do MIT (Massachusetts Institute of Technology) conclu√≠ram um estudo comprovando que o uso de ferramentas tecnol√≥gicas nas empresas ‚Äď tais como o Chat GPT ‚Äď pode aumentar a produtividade de funcion√°rios em at√© 14%; alguns dos profissionais conseguiram fazer o trabalho costumeiro 35% mais r√°pido do que antes.

Pol√™mico ao extremo, o uso da tecnologia no ambiente corporativo divide opini√Ķes e nos leva, como humanidade, a um lugar de profundo desconforto. No entanto, o estudo aponta que a ades√£o √† ferramentas de intelig√™ncia artificial melhora a satisfa√ß√£o dos clientes e diminui a rotatividade dos profissionais. E, no processo, a capacidade da m√°quina aprender com funcion√°rios mais experientes torna-se um importante ativo para alimentar o banco de dados e aperfei√ßoar a IA.

Não há resposta simples para o quanto devemos deixar que a tecnologia permeie o nosso cotidiano profissional; não há certezas sobre o quanto a máquina roubará nossos empregos. Entretanto, acho importante lembrar que elas têm assumido tarefas repetitivas, tornando o trabalho dos humanos menos rotineiro. Do outro lado, o mundo do trabalho passa a exigir de nós, seres humanos, mais habilidades ligadas à resolução de problemas, comunicação e interpretação.

Neste novo mundo do trabalho, especialistas t√™m falado do surgimento de ‚Äúsuper-empregos‚ÄĚ, nos quais a tecnologia n√£o apenas muda as compet√™ncias demandadas como transforma a natureza do labor di√°rio. Esses¬†superjobs¬†exigem uma combina√ß√£o de compet√™ncias t√©cnicas e comportamentais dentro de fun√ß√Ķes h√≠bridas e integradas. A produtividade √© alta em um cen√°rio de ganhos de efici√™ncia propiciada por um trabalho colaborativo com m√°quinas e com a media√ß√£o de dados e algoritmos inteligentes.

Parece que o futuro (ou futuros) do trabalho ainda trar√° muitas novidades!

Cadastre-se e receba nossas novidades